FAQ

Porque Ventilar?

Para garantir melhores condições de conforto e higiene em ambientes ocupados. Nos lugares em que não há a renovação suficiente de ar, devido a própria ocupação do homem ou processos produtivos, o ambiente se satura rapidamente com odores, vapor de água, dióxido de carbono, umidade, calor, fumaças, etc, dificultando a respiração devido aos contaminantes deixados no ar.

O que é Ventilação Natural?

A ventilação natural é o fenômeno da movimentação do ar no interior das edificações sem a indução de um sistema mecânico.

O que é o Efeito Chaminé?

É o fenômeno ocorrido pela diferença de temperatura em alturas de massas de ar que promove a diferença de densidade do ar entre seus níveis, fazendo com que o ar aquecido suba, gerando assim diferenças de pressão.

Como funciona a Ventilação Natural?

Ocorre por diferença de pressão do ar, que pode ocorrer por ação dos ventos ou diferença de densidade do ar devido à diferença de temperatura. Nos dois processos é obrigatória a existência de aberturas para que o ar possa fluir ou circular pelo edifício.

A diferença de pressão por ação dos ventos e pelo efeito “chaminé” também podem ocorrer simultaneamente, havendo a conjunção ou oposição dos efeitos de cada fenômeno.

Quais as vantagens da Ventilação Natural?

A ventilação natural é capaz de proporcionar a renovação do ar de um ambiente e a velocidade do ar sobre as pessoas é fundamental para o alcance do conforto térmico. Em regiões de clima quente úmido, como no Brasil, a ventilação natural é a estratégia mais simples e econômica para promover o conforto térmico quando a temperatura interna se torna elevada.

A elevada temperatura em ambientes não ventilados, pode acarretar na redução da produtividade em até 35%.

O que é número de Trocas de Ar?

Entende-se por taxa de renovação ou numero de trocas de ar num ambiente o numero de vezes que o volume de ar desse ambiente é trocado na unidade de tempo.

Definir o número de trocas de ar é suficiente para o dimensionamento de um Sistema de Ventilação Natural?

Não, não é o suficiente. Nem sempre o número de trocas de ar ou taxa de renovação estipulado poderá ser atendido. Ao dimensionarmos as aberturas para as entradas e saídas de ar, faz-se necessário conhecer as carga térmica total na edificação. Este quantitativo assim como os tamanhos, posicionamentos e tipos de aberturas é o que ira determinar as diferenças de pressão e temperatura resultantes no interior da edificação, propiciando maior ou menor velocidade no deslocamento do ar. Desta forma, é possível não haver calor suficiente no interior do prédio, áreas disponíveis para aberturas de entrada do ar, ou ainda, diferenças de temperaturas e pressões suficientes para que o ar se movimente com a velocidade necessária à quantidade de trocas estipulada.

O que é Carga Térmica Total?

É o total dos ganhos de calor solar através da envoltória da edificação, somado aos ganhos de calor interno através de pessoas, iluminação, processos e equipamentos.

O que é o delta T (∆T)?

É o diferencial térmico, ou diferença de temperatura entre o ar de exaustão e o ar de entrada, ou ar externo.

Quais as variáveis ou dados necessários ao correto dimensionamento de um sistema de ventilação Natural?

• Localização Geográfica da Edificação;
• Orientação solar ou locação da edificação;
• Projeto Arquitetônico (plantas baixas, planta cobertura, cortes e fachadas);
• Detalhamento das aberturas destinadas as entradas de ar externo;
• Especificações de todos os materiais componentes da envoltória da edificação;
• Atividades desenvolvidas no interior da edificação e horários de funcionamento;
• Número de ocupantes nas diversas áreas da edificação;
• Layout interno da edificação;
• Cargas térmicas geradas pelos equipamentos ou potências dos equipamentos.